THE DREAM ACADEMY

THE DREAM ACADEMY

Formando no meio dos anos 80, o The Dream Academy destoava das demais bandas britânicas por não seguir a linha pós-punk vigente na época. Seu som estava muito mais ligado ao insipiente movimento psicodélico, que ganhou mais destaque apenas no final da década de 80. Seu estilo chamou a atenção de David Gilmour (Pink Floyd), produtor do álbum de estréia, chamado apenas de The Dream Academy.

Formado pelo guitarrista e vocalista Nick Laird-Clowes, ex-integrante da banda Act, além da multi-instrumentista Kate St. John e do tecladista Gilbert Gabriel, o grupo gravou seu primeiro álbum em 1985. Conseguiu um relativo sucesso graças ao single de Life in a Northern Town, uma homenagem a Nick Drake que entrou no Top 20 britânico e, um ano depois, chegando no Top Ten norte-americano. O segundo single do álbum, The Love Parade, não consegue seguir o caminho do single de estréia e o grupo deixa as paradas rapidamente. Mas este trabalho guardava pequenas pérolas que poderiam ter conseguido melhor sorte nas paradas. Canções como The Edge of Forever, In Places on the Run ou This World, são amostras do refinado trabalho do trio.

Em 1987 lançam seu segundo álbum Remembrance Days, rapidamente jogado ao esquecimento, forçando o grupo a sumir de cena durante alguns anos. Remembrance Days, mantinha a aura do álbum de estréia, mas abusava das baladas e foi considerado pela crítica apenas como uma cópia mal acabada do trabalho anterior. Uma pena, porque o disco guardava alguns belos momentos da banda, tais como Indian Summer, Power to Believe e Here, canções que valem a procura deste álbum em sebos, já que, mesmo lá fora, é difícil de ser encontrado.

O fracasso comercial de Rembrance Days, obriga o grupo a passar vários anos longe dos estúdios. Apenas em 1991 o trio retorna com o lançamento de A Different Kind of Weather. Infelizmente o terceiro álbum do The Dream Academy também se mantém longe do sucesso. A Different Kind of Weather também é co-produzido por David Gilmour e mostra um grupo experimentando timbres mais eletrônicos e dançantes, sem esquecer do folk e da psicodelia dos dois trabalhos anteriores. No Brasil, o primeiro single do álbum, Love, entra na trilha de uma novela da Rede Globo e chega a entrar na programação de algumas rádios, mas sem causar estardalhaço.

Logo após o lançamento de A Different... o trio se separa. Nos anos seguinte o único integrante que se mantém na ativa é Kate St. John, se apresentando em shows de Van Morrison e montando o grupo Channel Light Vessel, junto com Roger Eno e Bill Nelson. Em 1996, St. John lança seu primeiro álbum solo, Indescribable Night.

Chegam os anos 2000 e como várias outras bandas o The Dream Academy também é cotado para se reunir. Mas são apenas rumores, que nunca deram em nada.


Por Valdir Antonelli, com informações do All Music Guide