SKYE

SKYE

Depois de uma carreira de sucesso com a banda que fundou em 1996, os Morcheeba - que alcançaram vários sucessos - a vocalista e líder do grupo Skye Edwards decidiu aventurar-se num projeto solo.

"Eu, junto com o Morcheeba, terminamos de gravar o quarto álbum, Charango, e outros membros da banda começaram a falar em fazer uma pausa. Eu pensei - o que vou fazer? O Morcheeba era uma grande parte da minha vida. Terminamos a tour e os outros estavam realizando seus próprios projetos, então decidiram que queriam separar-se da banda e trabalhar com outras pessoas. E eu não tinha planejado isso e não quero que fiquem pensando que eu abandonei a banda, porque eu não fiz isso. Mas percebemos que era a hora de uma mudança e uma oportunidade para seguir em novas direções", declarou Skye. Ela decidiu dar início a uma carreira solo com o lançamento de Mind How You Go. Segundo Skye, este trabalho solo não era algo premeditado. "Nunca pretendi ser uma artista solo."

O CD, que foi gravado em Los Angeles, tem como primeiro single "Love Show", uma música muito simples, mas com muito sentimento. Aliás, "Love Show", abre as portas a um mundo de magia, que vai se revelando à medida que vamos descobrindo este CD, uma espécie de hino ao amor, temática sempre presente na música pop. A interessante faixa Wha's Wrong With Me também teve direito a lançamento, embora tenha uma estrutura melódica menos interessante.

Skye trabalhou, entre outros, com Patrick Leonard, que já assinou composições para Madonna, Jewel e Natalie Imbruglia. As melodias trabalhadas de Patrick são bem visíveis e causam uma sonoridade envolvente. Neste cd podemos ir mais além de que ouvir a fantástica voz de Skye, e sim desvendar as suas letras, melodias e os seus pensamentos. Para a gravação deste disco a cantora contou também com a preciosa ajuda de Daniel Lanois (produtor dos U2, Bob Dylan, entre outros).

Dramaticidade x Sensualiade, nos impõe pensarmos em algo profundo e entusiasta, Skye nos propicia a ter sede, vontade. O egoísmo é deixado para outro momento, ouvir esse álbum acompanhado é perfeito, mas sozinho também vale a pena, compartilhar as ondas sonoras vinda de Mind How You Go é uma indecifrável escolha.