ROGER DALTREY

ROGER DALTREY

Roger Harry Daltrey CBE (Londres, 1 de março de 1944) é um cantor de rock, mais conhecido como fundador e vocalista da banda britânica The Who. Além de seu trabalho com o grupo, Daltrey obteve grande êxito como artista solo e ator, participando de diversos filmes, peças de teatro e séries de televisão.

Prêmios: Em 31 de dezembro de 2004 Daltrey foi condecorado com o título de Comandante do Império Britânico por serviços prestados à música, à indústria do entretenimento e organizações de caridade.


Daltrey nasceu na área de Shepherd's Bush em Londres, a mesma vizinhança de classe média de onde surgiram seus colegas de banda Pete Townshend e John Entwistle. Ele demonstrou um futuro acadêmico promissor na escola estadual inglesa, ficando entre os primeiros de sua classe nos exames que o levaram à Acton County Grammar School. Seus pais, Harry e Irene, esperavam que Roger continuasse os estudos até a faculdade, mas obedecer regras e aprender com seus professores não estava nos planos do auto-proclamado "rebelde de escola".

Ele construiu sua primeira guitarra de um bloco de madeira e formou uma banda chamada The Detours. Quando seu pai lhe deu uma guitarra Epiphone em 1959, Daltrey se tornou o guitarrista base do grupo. Logo depois, não se interessando em nada além do rock and roll, foi expulso do colégio, se tornando metalúrgico durante o dia enquanto praticava e se apresentava noite adentro com a banda em casamentos, pubs e clubes masculinos. Nesta época o Detours consistia de Roger na guitarra base, Pete Townshend na guitarra rítmica, John Entwistle no baixo, Doug Sandom na bateria e Colin Dawson nos vocais. Depois que Dawson deixou o grupo, Daltrey assumiu os vocais e Townshend passou para a guitarra base.

No princípio Daltrey era o líder da banda, ganhando a reputação de usar seus punhos para exercer controle quando necessário, apesar de sua baixa estatura. Era ele quem geralmente selecionava as músicas a serem apresentadas, incluindo canções dos Beatles, de artistas da Motown, James Brown e alguns clássicos do rock. Em 1964 ele também decidiu na escolha de um novo nome para o grupo, nome este sugerido por Richard Barnes, colega de quarto de Townshend: "The Who".

The Who

Com o primeiro contrato de estúdio firmado em 1965, Townshend passou a compor material original para o grupo, enfraquecendo aos poucos a liderança de Daltrey. Enquanto Townshend se transformava em um dos mais refinados compositores do rock, os vocais de Daltrey foram se tornando o veículo através do qual as visões de Townshend eram expressadas, e ele ganhou uma reputação inigualável de vocalista. Seu hábito de girar o microfone pelo fio durante os shows da banda se tornou a marca registrada de sua exuberância. No auge do sucesso do The Who, Daltrey era o rosto e a voz da banda enquanto eles se definiam como os últimos rebeldes de uma geração em processo de mudança.

Apesar de tudo, Daltrey via-se repetidamente tendo de lutar para se manter no The Who ao mesmo tempo que tentava evitar a dissolução do grupo, se envolvendo em brigas com os outros integrantes e até mesmo senso expulso por um breve período em 1965 após nocautear Keith Moon. Mas com o sucesso do compacto "My Generation" e uma agenda de shows a ser cumprida, a banda não viu outra alternativa a não ser permitir sua volta, com a condição de que Roger se tornasse um sujeito mais pacífico. A partir de então ele se transformou no alvo predileto das brincadeiras de Keith.

Também eram frequentes os conflitos com Pete Townshend sobre a liderança e a direção a ser tomada pelo The Who, conflitos que acabaram culminando em agressão física durante um ensaio de Quadrophenia em 1973. Mas, assim como aconteceu com Moon, foi necessário apenas um soco para Townshend cair desmaiado. A dupla voltaria a se bater em 1975, desta vez por meio de entrevistas a semanários musicais. As diferenças aparentemente só chegaram a termos após a morte de Entwistle em 2002 e a prisão de Townshend em 2003, quando Daltrey demonstrou apoio irrestrito ao colega. Em 2005 ele voltou a morar em Londres, na mesma vizinhança de Richmond onde Townshend vive, e atualmente os dois trabalham em mais um álbum do The Who.

Carreira solo

Embora considerasse o The Who sua principal ambição na vida, Daltrey chegou a lançar oito álbuns solo, carreira que ele definia como sendo apenas um "passatempo".

Daltrey, de 1973, veio após lançamentos individuais de John Entwistle e Pete Townshend. Emplacou um sucesso entre as cinco mais no Reino Unido, "Giving It All Away", além de entrar no Top 50 nos Estados Unidos. Foi também a estréia de Leo Sayer como compositor, que posteriormente seguiria carreira musical.

Outro lançamento de impacto foi McVicar, de 1980. Trilha sonora do filme homônimo, foi produzido por Daltrey e contou com participações de todos os integrantes do The Who - Townshend, Entwistle e Kenney Jones - sendo quase considerado um lançamento da banda. Foi o álbum mais vendido de Daltrey.

Seu último sucesso foi com Under a Raging Moon de 1985, que alcançou repercussão graças ao compacto "After The Fire" e a faixa-título, uma homenagem ao baterista Keith Moon, falecido em 1978.

Carreira de ator

Entre suas participações em mais de 30 longa-metragens, Daltrey estrelou os filmes McVicar, sobre o assaltante transformado em escritor, Tommy, que narra as desventuras de um garoto cego, mudo e surdo, e Liztomania, sobre o compositor húngaro Franz Liszt. No teatro, Daltrey participou de montagens do Mago de Oz e Um Conto de Natal. Já na TV, foi convidado especial em inúmeras séries e especiais, como Sliders, Witchblade e Highlander. Em 2003 ele estrelou a série televisiva Extreme History, onde recriava as experiências vividas pelos grandes exploradores da história.