RITA PAVONE

RITA PAVONE

Rita Pavone (Turim, 23 de agosto de 1945) é uma cantora e atriz italiana.

Começou sua carreira como cantora em 1962 e, pouco tempo depois, torna-se um sucesso mundial, fazendo também exitosas turnês em países da América Latina. Lança vários singles em seguida, como La partita di pallone, Alla mia età, Come te non c’è nessuno, Datemi un martello, Che m’importa del mondo, Cuore, Viva la pappa, Il geghegè e Fortissimo, atingindo o topo das paradas.

Em 1969 sua carreira desacelera, participa do Festival de San Remo com Zucchero e, no ano seguinte, com Ahi ahi ragazzo! e em 1972 com Amici mai.

Neste segundo período da sua carreira toma um caminho mais difícil e, conseqüentemente, menos premiada pelo resultado das vendas, das canções de autor, estabelecendo-se também como compositora.

Depois de uma vida de concertos em várias partes do mundo, Rita anuncia no primeiro dia de 2006 que deixa definitivamente os palcos, cantando pela última vez em público.

Nas eleições legislativas italianas de 2006, Rita candidatou-se a uma vaga no senado italiano, disputando pela circunscrição dos italianos no exterior, não sendo eleita.