REGINA SPEKTOR

REGINA SPEKTOR

Regina Spektor, ou Регина Спектор, no alfabeto cirílico (Moscou, Rússia, 18 de Fevereiro de 1980), é cantora, compositora e pianista russa radicada nos Estados Unidos. Sua música é associada ao cenário antifolk de Nova York localizado no East Village.

Primeiros Anos
Nasceu numa família de músicos, seu pai, um fotógrafo, era também um violinista amador, e sua mãe era uma professora de música da Universidade de Música Russa (que agora leciona em uma escola pública em Mount Vernon, Nova York).

Aprendeu a tocar piano praticando em um "Petrof" que sua mãe havia ganhado de seu avô. Também conviveu com a música de bandas de Rock como The Beatles, Queen, e The Moody Blues graças a seu pai, que trouxe cassetes da União Soviética. A família deixou o país em 1989, quando tinha 9 anos, durante o período da Perestroika, época de abertura política e econômica comandada por Mikhail Gorbachev desde de 1985. Nessa ocasião, teve que deixar seu piano para trás. A importância dos estudos de piano fez com que seus pais pensassem duas vezes antes de sair do país, porém isso não aconteceu, levando-se em conta razões políticas e religiosas.

Viajando primeiro para a Áustria e depois para a Itália, sua família se estabeleceu no Bronx, em Nova York, onde se formou na SAR Academy, uma escola yeshiva de médio porte. Então, cursou 2 anos na Frisch School e outros 2 na Fair Lawn High School, onde terminou seus estudos.

No começo se interessava apenas por música clássica, mas depois passou a se interessar também por Hip-Hop, Rock, e Punk.

Carreira
Em 2001, lançou seu primeiro álbum, 11:11, que foi muito bem recebido pela crítica, apesar de não ter vendido muito.

Em 2002, lançou Songs e em 2004, lançou seu álbum de maior sucesso, o Soviet Kitsch. Nesse mesmo ano lançou o Mary Ann Meets The Gravediggers And Other Short Stories, que traz músicas de seus outros discos e material sobre sua personagem de outras músicas, Mary Ann. Uma das coisas que chama atenção nesse álbum é a lindíssima arte gráfica. Seu quarto álbum com músicas inéditas, o Begin To Hope, estreiou em 70º lugar na Billboard 200. Com o sucesso do single "Fidelity", conseguiu chegar ao vigésimo lugar das paradas, e ainda ganhou o título de "21º melhor álbum de 2006".

Em junho de 2009, lançou o álbum Far, mas seu primeiro single, "Laughing With" foi lançado um mês antes, junto com o b-side "Blue Lips", em seu myspace. Este álbum, diferentemente dos outros, foi feito com vários produtores, porque acha que fazer um álbum é como uma aula, portanto ela gostaria de ter "vários professores". Segundo a revista Rolling Stone, "Regina Spektor possui os ganhidos europeus de Björk, [...] o excesso de informação de Tori Amos e o olhar crítico de Liz Phair".

Também abriu shows para os The Strokes durante a turnê do Room On Fire (tornando-se, assim, a protegida dos moços) e gravou uma música com eles que está no single Reptilia, chamada Post Modern Girls And Old Fashioned Man. Fez ainda os temas dos filmes "As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian", com a canção "The Call", e "(500) Dias Com Ela", com a canção "Hero".