PETER SCHILLING

PETER SCHILLING

Peter Schilling nasceu em Stuttgart, na Alemanha, no dia 29 de janeiro de 1956. Quando adolescente, Schilling resolveu que seria um jogador de futebol ou um músico. A segunda opção venceu e em 1983 lançou seu primeiro álbum, Error in the System. Deste álbum vem a canção Major Tom (Coming Home). A canção, maior sucesso do alemão, chegou ao primeiro lugar das paradas norte-americanas, se tornando em hit instantâneo em qualquer balada oitentista e transformando Schilling em um ´one-hit wonder´. Dois anos depois grava Things to Come, mas não consegue o mesmo sucesso alcançado com o disco de estréia.

Em 1989, Schilling trabalha com Michael Crétu, do grupo Enigma, em Different Story (World of Lust and Crime), numa tentativa de atualizar seu som e voltar a fazer sucesso, principalmente nos Estados Unidos. Cinco anos se passam e uma nova versão de Major Tom, mais eletrônica ainda, toma de assalto clubes pelo Europa. No ano seguinte o músico forma a banda The Space Pilots, junto com Catyana Schilling, J. Feifel e P. Magnet, e gravam o álbum Trip to Orion.

Em 2006, Schilling lançou mais um álbum, Das Prinzip Mensch, e uma coletânea, Tauch Mit Mir In Eine Neue Zeit, Das Beste Von 2003-2006, além do single Es Gibt Keine Sehnsucht.