MONETÁRIO & FINANCEIRO

MONETÁRIO & FINANCEIRO

(biografia escrita pela própria dupla em seu site oficial)

Começamos bem cedo. Nossos pais e tios eram cantadores e instrumentistas - eram sanfoneiros e tocavam cavaquinho, violão e viola. Somos filhos de Euclides Ferreira e Maria Aparecida. Nós somos irmãos. Nós somos Luiz Eduardo (Monetário) e Jorge Ferreira (Financeiro). Nós decidimos deixar nossa cidade natal, Tupaciguara, em Minas Gerais, para tentar a sorte em São Paulo. A idéia era realizar o sonho de gravar um disco e deixar nossa marca como artistas profissionais do sertanejo, afinal sempre cantamos, desde os tempos de criança. O Financeiro, por ser o mais velho, começou mais cedo, primeiro cantando na escola, depois chegando a festas, igrejas e até na rádio local. Fez um certo sucesso, a ponto de, sozinho ou com parceiros musicais, realizar show em Goiânia e Cuiabá.

Só em 1984, nós dois, já como a dupla Monetário & Financeiro, partimos de fato em busca do nosso sonho. De carona com dois carreteiros, Seu Lola e Seu Filho Junior, saímos de Itumbiara, Goiás, com destino a Catanduva, São Paulo, onde tudo iria mudar. Ali ficamos alguns meses, alimentando o sonho com muito trabalho e criatividade, na casa de Seu Lola e sua esposa, dona Mariinha. Fomos recebidos como membros da família. Fizemos alguns shows e apresentações na mídia local. As amizades desse tempo nós cultivamos até hoje. E foi justamente nesse período que surgiu a oportunidade de mudança para a capital paulista.

Na primeira passagem por São Paulo, em Guarulhos, quando tocamos num bar, conhecemos uma pessoa muito importante, o Zé Macaco, que nos convidou para cantar na Rádio Boa Nova, aos domingos. O sucesso foi imediato. Foi quando conhecemos Geraldo Meirelles, que nos deu a oportunidade de gravação do primeiro disco. Oportunidade única e espetacular que aproveitamos com fervor. Geraldo Meirelles é o "Marechal da Música Sertaneja", propulsor de duplas famosas, como Belmonte e Amaral, Chitãozinho e Xororó e muitos outros, e profundo conhecedor do gênero, capitaneando o programa "Canta Viola", da TV Record.

Na primeira audição, fomos contratados para a gravação do primeiro disco. Um privilégio, a realização de um sonho, que agarramos com fervor. Com isso, passamos a fazer parte da caravana do "Canta Viola" pelo Brasil afora, por quatro anos.

Foi nessa época que fizemos shows, orgulhosamente, com Milionário e José Rico, João Mineiro & Marciano, Chitãozinho e Xororó, Trio Parada Dura, com o galã da música sertaneja, Marcelo Meirelles, e muitos outros.

No final de 1985, Geraldo Meirelles lançou nosso primeiro disco. O grande destaque foi a música "Chora, Minha Viola", sendo tema do programa "Canta Viola", que acabou sendo regravada por gente importante, como Roberta Miranda, Tonico & Tinoco e Ataíde & Alexandre.

Em 1990, saiu o segundo disco. Foi a consagração nacional, com a música "Papo de Escola", de autoria própria. Foram mais de 200 composições, que nos fizeram ser reconhecidos por outros artistas de suma relevância, como, por exemplo, Gian & Giovani, com "Amante Anônimo", além de Gilberto & Gilmar, Tiãozinho e Alessandro, Irmãos Barbosa, Charles & Pierre, Os Angolas etc..

Em 1992, Geraldo Meirelles nos deixou seguir novos caminhos, que acabaram se cruzando dom o empresário Cavaco, ex das famosas Leandro & Leonardo e Zezé Di Camargo & Luciano. Os shows pipocaram por todo o País. Passamos por Raul Gil, Bolinha, Gugu etc.

Esse foi o grande impulso para o lançamento do terceiro disco, em 1992; e o quarto trabalho, já em CD, em 1994, alcançando um número maior de fãs.

O trabalhou continuou até os dias de hoje, quando lançamos o nosso sétimo disco, pela Sonobrás. Mais um sucesso, com canções executadas nas rádios especializadas por todo o país.São canções calcadas nos ritmos mais populares do País, como sertanejo country, sertanejo romântico, sertanejo dançante, arrasta pé, pop sertanejo, moda de viola, viola caipira e clássica etc.

Quer ouvir? A dupla Monetário & Financeiro vai embalar seus melhores momentos.