MICHAEL KAMEN

MICHAEL KAMEN

Michael Kamen, nascido em 15 de abril de 1948, em Nova York, foi um compositor, maestro e arranjador. Kamen estudou na Escola de Música e Arte de Nova York e rapidamente se tornou um dos músicos mais procurados de Hollywood.

Começou a se destacar junto com o grupo New York Rock'n'Roll Ensemble, que nos anos 60 ousou misturar música clássica e ritmos pop. Na década seguinte, serviu como diretor musical de vários balés e começou a trabalhar com trilhas sonoras.

O primeiro longa que trouxe seu nome nos créditos foi o faroeste Zachariah, de 1971. Daí em diante, uma sucessão de projetos surgiram. Nos anos 80, participou de produções mais famosas, conduzindo e compondo as trilhas de Highlander (1986), Brazil – O Filme (1985), Máquina Mortífera (1987), As Aventuras do Barão Munchausen, Duro de Matar (1988) e 007 – Permissão Para Matar (1989), Duro de Matar 2 (1990), Hudson Hawk – O Falcão Está à Solta (1991) e O Último Boy Scout (1992), os três últimos sempre estrelados por Bruce Willians.

Sua primeira indicação ao Oscar, dividida com Bryan Adams e Robert John Lange, foi em 1992 com a canção era "(Everything I Do) I Do It For You", de Robin Wood – O Príncipe dos Ladrões. Quatro anos mais tarde, ele voltaria a ser indicado, desta vez por "Have You Ever Really Loved a Woman", da trilha de Don Juan de Marco, também em parceria com Adams e Lange.

Participou ainda de projetos em que misturava arranjos de orquestra sinfônica com com grupos de rock, como os trabalhos em conjunto com os progressistas do Pink Floyd e o rock pesado do Metallica, cuja gravação Call Of Ktulu do álbum S&M rendeu ao grupo o prêmio de melhor rock instrumental em 2001, no 43rd Grammy Awards.

Kamen sofria de esclerose múltipla e não resistiu a uma complicação cardíaca, morrendo no dia 18 de Novembro de 2003 em um hospital de Londres, cidade onde morava com a esposa, Sandra, e duas filhas.