MARMALADE

MARMALADE

Grupo de pop rock escocês, originalmente liderado pelo vocalista Dean Ford e mais tarde por Sandy Newman.

Membros originais da banda
Dean Ford: nascido Thomas McAleese, 5 de setembro de 1946, Carnaxide, Escócia — vocalista.
Campbell Júnior: nascido William Campbell, 31 de maio de 1946, Glasgow, Escócia-instrumentista / vocalista.
Graham Knight: nascido John Graham Knight, 8 de dezembro de 1946, Glasgow, baixista.
Pat Fairley: nascido Patrick Fairley, 14 de abril de 1946, Glasgow-baixista / guitarrista.
Alan Whitehead: nascido em 24 de julho de 1945, Oswestry, Shropshire, Inglaterra — baterista.

Excepcionalmente, Marmalade tinha dois baixistas e foram originalmente chamados Dean Ford & The Gaylords; eles lançaram alguns compactos mal-sucedidos entre 1964 e 1966, antes de alterar seu nome. Seus próximos singles também não alcançaram boa posição no UK Chart, embora um, "I See The Rain" foi muito elogiado por Jimi Hendrix e tornou-se um Top Hit 40 na Holanda em 1967.

Na ameaça da gravadora CBS de deixá-los se eles não tivessem sucesso, e após o fracasso de outro single self-penned mais tarde naquele ano, o "Man In A Shop", insistiram em que eles gravassem material mais comercial. Eles rejeitaram "Everlasting Love", que se tornou o número um para de canções românticas, mas depois cederam à pressão e gravaram um cover de um sucesso americano do The Grass Roots, "Lovin' Things", que alcançou o número 6 no UK Singles Chart no Verão de 1968. Depois de um seguido sucesso menor com"Wait For Me Mary-Anne", que chegou apenas a posição 30, desfrutaram seu maior sucesso com seu cover dos The Beatles "Ob-La-Di, Ob-La-Da", que liderou a parada do Reino Unido em janeiro de 1969. Como o primeiro grupo escocês a estar sempre no top UK chart, na semana que passou para o primeiro lugar, eles comemoraram aparecendo no programa musical da BBC1, Top Of The Pops, vestido de kilts.

Isto foi seguido por mais sucessos com "Baby Make It Soon". Depois de uma mudança de gravadora para a Decca Records, sob um acordo q lhes permitia escrever e produzir suas próprias músicas, gravou o que seria seu único hit americano, a melancólica "Reflections Of My Life", com seu distintivo 'backwards guitar break'. Outros sucessos no Reino Unido incluíam principalmente a acústica "Rainbow" e "My Little One". Eles excursionaram extensivamente e deu origem a um coquetel — o Marmaladdie. Eles eram geridos por Peter Walsh, um empresário da música pop das décadas de 1960 e 1970 cujo portfólio também inclui artistas como o Bay City Rollers, Billy Ocean, The Troggs e Blue Mink.

Depois de Campbell, que co-escreveu a maioria do material original do grupo com a Ford, deixou a banda em 1971 para uma carreira solo, Marmalade sofreu publicidade adversa do jornal do Reino Unido, News of The World. Eles começaram uma série de mudanças de formação, incluindo a perda do baterista Alan Whitehead, que foi demitido no meio de um programa de auto-promoção com a namorada de Star. Um novo guitarrista, Hugh Nicholson, anunciava uma tentativa para se encaixar a mudança popular para a música "progressista", que obteve um sucesso limitado enquanto na banda. No entanto, Nicholson escreveu dois dos seus últimos sucessos, "Cousin Norman" e "Radancer". Ele deixou em 1973 para formar Blue (não deve ser confundida com uma boy band muito posterior de mesmo nome — Blue), e Dean Ford além de Graham Knight continuaram no Marmalade. Nicholson foi substituído por Mike Japp, um guitarrista de rock da banda galesa 'Thank You'.

Recusando-se a tocar a maioria dos antigos discos de sucesso da banda no palco, o grupo lentamente veio a um impasse. Graham Knight foi demitido, mas, em seguida, ligado com o baterista original, Alan Whitehead, para formar o Vintage Marmalade. Eles se reuniram com seu antigo gerente Peter Walsh para tocar todos os hits no palco e tinham um agenda lotada.

Dean Marmelade logo faleceu de uma morte natural, deixando o Knight e Whitehead para assumir o nome Marmalade novamente com uma nova formação, liderada pelo vocalista e guitarrista Sandy Newman. Eles assinaram um contrato com a Target Records, e atingiram um outro Top 10 em 1976 com a canção escrita por Tony Macaulay ameaçadoramente intitulada, "Falling Apart At The Seams". Singles posteriores não entraram no chart.

Whitehead deixou a banda em 1978 para gerenciar outros grupos pop, que ele faz até hoje. Knight ainda está em turnê no circuito nostálgico com Marmalade — única original após — ao lado de Newman, Glenn Taylor (bateria) e Alan Holmes (guitarra). Ford vive em Nova York, tendo se aposentado da indústria da música, enquanto Fairley tem seu próprio bar, chamado Scotland Yard, situado em Los Angeles.

Whitehead casou-se com Louise e eles tiveram dois filhos, nascidos em 1988 e 1992. Apesar de Knight e Ford serem mais famosos, Whitehead sempre sustentou que ele era a 'face' do Marmelade, embora sem dúvida poucos o reconheceriam.

Campbell é um compositor e arranjador de sucesso, agora vivendo em Sussex, Inglaterra.