DIANA KING

DIANA KING

Nascida numa família pobre de Kingston, Jamaica, que tinha quinze filhos, Diana King fugiu de casa ainda adolescente, quando os pais descobriram seus dotes de cantora de rhythm & blues, o que para eles era coisa do demônio. Conheceu o rei do dancehall, Shabba Ranks, e logo passou a acompanhá-lo em turnês, fazendo backing vocals. Em 1995, por influência de Shabba, conseguiu um contrato com a Epic, subsidiária da Sony Music, gravando o álbum Tougher Than Love. O disco fez sucesso em vários países, inclusive o Brasil, graças ao single Shy Guy (que três anos depois ganharia uma versão em português, gravada pela Fat Family). A música acabou sendo incluída na trilha do filme Bad Boy, estrelado por Will Smith, o que aumentou a popularidade da intérprete.

Em 1997, Diana lançou seu segundo disco, Think Like A Girl, que teve como destaques a inédita L-L-Lies e releituras de Do You Really Want To Hurt Me?, hit do Culture Club, e de I Say A Little Prayer, clássico do maestro e compositor Burt Bacharach, gravado originalmente por Dionne Warwick. A versão de Diana King, com levada de reggae, entrou na trilha da comédia O Casamento Do Meu Melhor Amigo (My Best Friend?s Wedding), com Julia Roberts, o que impulsionou a venda do disco. Diana King esteve no Brasil em 1998, fazendo um único show em São Paulo.