DEBORAH BLANDO

DEBORAH BLANDO

Nascida na Sicilia, em 03 de março de 1969, Deborah Salvatrice Blando é uma cantora e compositora ítalo-brasileira.

Conhecida apenas por Deborah Blando, a cantora iniciou sua carreira aos 12 anos, pelo psedudônimo "Giovanna", com um album em italiano "Alegria da Gente". Após o lançamento do álbum, a cantora afastou-se da mídia, temporariamente, para dedicar-se aos estudos.

Em 1989, foi contratada pela Sony Music Brasil, e, em 1991 Deborah lançou o album "A Different Story". O disco foi um sucesso no Brasil, em outros páises hispânicos e na Europa. O primeiro single, "Boy (Why You Wanna Make Me Blue)" alcançou o #1 no Brasil e foi usada como tema do comercial da Coca-Cola ("Diet Coke") nos EUA, chegando ao Top 10 da Billboard Dance/Club Play Songs. O album ainda teve mais 3 singles que ficaram em #1 no Brasil ("Innocence", "A Maçã" e "Decadence Avec Elegance"). O último single foi "Merry Go-Round", o qual alcançou o Top 20 no Brasil e também entrou para as paradas de sucesso na Europa. Como resultado, "A Different Story" vendeu mais de 2 milhões de cópias, mundialmente.

Desde então, Deborah emplacou vários hits como "O Descobridor Dos Sete Mares", "Unicamente", "Gata", "Somente O Sol", "Próprias Mentiras", "A Luz Que Acende O Olhar" entre outros e vendeu mais de 5 milhões de discos.

Recentemente, a cantora deixou sua carreira musical de lado para tratar-se de seu transtorno bipolar, motivo pelo qual Deborah passou por um afastamento popular.

Em 2011 é anunciado no site oficial que Deborah Blando revisitará sua carreira em show acústico após 8 anos de afastamento. Mais intimista, e com o objetivo de passar a limpo sua carreira, sem deixar de dar pistas do que vem por aí. Deborah Blando volta à estrada com uma roupagem que inclui dois violões e piano. Com o produtor e parceiro Alexandre Green, decidiu com este formato rever seu repertório de sucessos e ainda criar versões de clássicos que vão de Red Hot Chili Peppers e Nirvana a Prince, David Bowie e Guns n’ Roses. Depois de muito experimentar o repertório, Deborah misturou em seu caldeirão de influências canções que revelam seu DNA artístico, demonstrando uma maturidade que a destaca entre o pop produzido no país. Apoiada pelo violão de Ricardo Medeiros e o piano e violão de Green, a cantora embarca nesta maratona de shows com o propósito de mostrar ao público suas músicas e interpretações despida de qualquer artifício. Música pura, nua, onde o maior destaque é sua voz e a beleza de um instrumental reduzido e sofisticado.