DANNI CARLOS

DANNI CARLOS

Filha de baianos, Danni Carlos nasceu no Rio de Janeiro, no dia 2 de julho de 1975. Começou a compor suas canções aos 16 anos e logo estava mostrando seu trabalho para quem quisesse ouvir e se apresentando no circuito de bares da noite carioca com seu inseparável violão. Estudante de astrologia, tarô e teatro, com 21 anos ela resolveu se aventurar pela Europa, continente que percorreu como mochileira, cabelos tingidos de vermelho, cantando e tocando para ganhar alguns trocados. Nessas andanças, chegou até a morar por um curto período com um grupo de freiras, num convento italiano, num clima zen que, por mais estranho que pareça, tem tudo a ver com o temperamento da roqueira.

De volta ao Rio com muita história para contar, a alta e loura Danni (que visualmente é uma mistura de Sharon Stone e Courtney Love) procurou a editora da BMG para registrar 20 músicas que tinha composto, algumas delas em inglês. Acabou chamando a atenção dos executivos da gravadora e recebeu de volta uma contraproposta, bastante tentadora: a de regravar, com sua voz calorosa, em formato acústico, alguns hits do rock internacional, como “Wherever You Will Go” (The Calling), “I Was Born to Love You” (Freddie Mercury) e “Missing” (Everything But the Girl). O resultado foi o CD Rock’N’Road Acústico (2003), que não tinha como dar errado. Em pouco tempo, o disco bateu a marca de 130 mil cópias vendidas e empurrou definitivamente a moça para a carreira musical (nessa época, Danni chegou a participar como atriz do seriado “Carga Pesada” e da novela “Agora é que são elas”, ambos da Rede Globo).

Em 2004, a cantora repetiu a dose com o disco Rock’N’Road Again, no qual gravou canções como “Sowing The Seeds of Love” (Tears For Fears), “Wonderwall” (Oasis), “Like a Prayer” (Madonna) e “Não Leve a Mal” – versão em português de “Don’t Get Me Wrong”, hit dos anos 80 do grupo americano Pretenders, aprovada pela própria compositora e líder da banda, Chrissie Hynde. Rock’N’Road Again foi um sucesso como o primeiro disco e levou Danni Carlos para o primeiro time dos cantores brasileiros que se dedicam a releituras de sucessos internacionais.

Com toda a segurança do que estava fazendo, em 2005 Danni voltou à carga com Rock’N’Road All Night. Em seu terceiro CD ela não abandona a fórmula dos anteriores, mas dá um passo à frente na construção de uma carreira autoral: são seus os arranjos para as músicas “Fever” (sucesso do repertório de Elvis Presley), “Staying Alive” (Bee Gees), “Money For Nothing” (Dire Straits) e “Purple Rain” (Prince). Em 2006, a cantora lança "Rock'n Road Movies" em que canta temas de filmes famosos como "Kiss From A Rose" do filme "Batman".

Mas é em 2007 que Danni dá seu grande passo no mundo da música e lança o album "Música Nova" com composições próprias, e sem covers. O resultado? O grandes hits "Coisas Que Eu Sei" e "Doce Sal", mais de 80 mil cópias vendidas e duas indicações ao Grammy Latino ("Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro" e "Melhor Canção Brasileira").

Em 2009, a cantora participa do reality show, "A Fazenda" e conquista o público com seu carisma e simpatia. A cantora acaba ficando em 2° lugar no programa, mas aproveita para fazer várias novas canções, que estarão presentes em seu novo disco, mas já estão disponiveis em versões demo na internet.