BLACKSTREET

BLACKSTREET

Um dos grupos top vacais de R & B dos anos 90, Blackstreet foi fundado pelo cantor, produtor e pioneiro Teddy Riley após a dissolução do seu seminal trio Guy. Riley tinha tido poucos anos a concentrar-se em sua carreira florescente de produtor e se viu trabalhando com Wreckx-N-Effect, Bobby Brown, Michael Jackson, SWV entre outros.

Sua vontade para voltar a desempenhar na area de cantor resultou na formação de Blackstreet em 1994, que incluiu cantores Chauncey "Black" Hannibal, Levi Little, e Joe Stonestreet além de Riley.

Stonestreet foi substituído por Dave Hollister antes da gravação do grupo do auto-intitulado debut álbum, que surgiu na primavera de 1994.

Sobre a força de "Before I Let You Go,", um hit que emplacou na "Top Five R & B charts", Blackstreet conquistou um disco de platina de vendagem sobre um hit sem ter exposição na midia.

Hollister posteriormente saiu para uma carreira solo e mais tarde Little também seguiu o mesmo caminho. As suas substituições foram feitas por Mark Middleton e Eric Williams.

As novas adições ajudou a definir o cenário para Blackstreet's a um pop avanço quando em 1996 lançou o album "Another Level".

Mais especificamente, com o single arrasador "No Diggity", que incluiu como convidado especial Dr. Dre, que logo alcançou o top das paradas.

"No Diggity" reinou durante quatro semanas no topo das paradas pop e ganhou um Grammy de Melhor R & B Vocal pelo Duo, mas também empurraram as vendas de "Another Level" passado a marca dos quatro milhões de copias.

O single, "Don't Leave Me", teve a mesma repercução em 1997, e mais tarde o grupo fez uma aparição no cast de Jay-Z's "The City is Mine" e participação de Mya e Mase para o hit "Take Me Existe" usado na trilha sonora de Rugrats.

Eles tinham tudo para conseguirem mais sucessos, no entanto Middleton partiu para sua própria carreira solo e foi substituído por Terrell Phillips.

Após um longo periodo Blackstreet lança o seu terceiro álbum, no início de 1999, que continha "Take Me There" que ficou apenas uma semana no Top Ten.

A dinâmica comercial do grupo tinha enfraquecido no passar dos anos, e finalmente esforçava para terminar.

Tensões internas do grupo e com o seu selo, Interscope, corriam a tona, e a briga entre Hannibal e Riley veio a tona no final do mesmo ano, e dessa forma escrevia os capitulos finais para o grupo.

Um escandalo estoura no início de 2000 onde Hannibal tinha decidido processado Riley em dois milhões de dólares, mas depois Riley arquivou a ação.
Hannibal negou que ele tinha iniciado a ação judiciaria e o assunto foi esquecido.

Riley gravou um álbum reencontro com Guy em 2000 e, posteriormente, começou a trabalhar no material para o seu primeiro album solo.