AXEL RUDI PELL

AXEL RUDI PELL

A carreira de Axel Rudi Pell iniciou em 1980 com o Steeler, uma banda que vendeu mais de 30 mil cópias do seu maior sucesso, o álbum "Strikes Back". Oito anos depois, "Undercover Arrival", o quarto disco do Steeler, marcou o fim das atividades do grupo. Mas o guitarrista alemão queria mais e, em novembro daquele mesmo ano, ele montou a sua própria banda, que levaria o seu nome. Ele convidou Joerg Deisinger (ex-Bonfire), o baterista Jorg Michael (que anos depois viria a conquistar a fama tocando no Stratovarius, depois de ter feito parte de vários grupos), o baixista Thomas Smuszynski (ex-U.D.O.) e o vocalista norte-americano Charlie Huhn (Ted Nugent, Gary Moore e Victory, entre outros). Os teclados seriam gravados por George Hahn e Rüdiger König. E um ano mais tarde, eles lançaram o CD de estréia, "Wild Obsession".Em 1990, já com o também norte-americano Rob Rock (M.A.R.S., Impelliteri, entre outros) nos vocais, a banda gravou "Nasty Reputation", com Kai Raglewski nos teclados e Volker
Krawczak no baixo. Durante a tour pela Alemanha, os vocais foram assumidos por Jeff Scott Soto, ex-vocalista de Yngwie J. Malmsteen.
Com Soto, a banda provou ter encontrado o seu estilo e, em 1992, lançou "Eternal Prisoner". No ano seguinte, Pell formalizou uma de suas grandes paixões, as músicas românticas e lançou "The Ballads". Em 1994, saiu "Between The Walls" e, novamente, a line up sofreu uma mudança com a entrada de Julie Greux nos teclados. Para fechar esta primeira fase da carreira, Axel Rudi Pell gravou um álbum ao vivo, "Made In Germany". "Black Moon Pyramid", lançado em 1996, entrou na parada alemã, atingindo uma vendagem considerável. Peavy Wagner, baixista do Rage, fez uma participação especial na faixa "Gettin' Dangerous". Com uma consistente temática de histórias sobrenaturais, "Magic" chegou às lojas um ano mais tarde, também entrando nas paradas. Mais uma vez, Axel trabalhou com um novo tecladista: Christian Wolff. O passo seguinte foi dado em 1998 com "Oceans Of Time", o maior sucesso na história da banda, que sofreu fortes mudanças com a entrada de Ferdy Doernberg, nos teclados, e Johnny Gioeli nos vocais.
Um eterno romântico, Axel lançou "The Ballads II" durante o ano de 1999. Além das suas canções lentas, ele ainda gravou um cover da clássica "Hey Joe", de Jimi Hendrix. Em 2000, "Masquerade Ball" marca a entrada do baterista Mike Terrana (ex-Yngwie J. Malmsteen). Em outubro do mesmo ano, "The Wizards Chosen Few", uma coletânea dupla com faixas remixadas, novas versões e faixas ao vivo, presentou os fãs. A nova página na história de Axel Rudi Pell se chama "Shadow Zone", de 2002. Álbum que tem sua versão sul-americana lançada pela Century Media Records e que traz toda técnica e melodia do guitarrista alemão.
Discografia:
Wild Obssession (1989)
Nasty Reputation (1991)
Eternal Prisoner (1992)
The Ballads (1993)
Between The Walls (1994)
Made In Germany (1995)
Black Moon Pyramid (1996)
Magic (1997)
Oceans Of Time (1998)
The Ballads II (1999)
Masquerade Ball (2000)
The Wizards Choosen Few (2000)
Shadow Zone (2002)
Mystica (2006)
Tales of the Crown (2008)
The Crest (2010)

http://www.axel-rudi-pell.de