50 CENT

50 CENT

Curtis James Jackson III cresceu no bairro conhecido como South Jamaica, localizado no Queens, Nova York, Estados Unidos. O rapper foi criado pela mãe que abandonada tornou-se prostituta, sem a ajuda do pai. Ela foi encontrada morta ainda quando Curtis era criança, vivendo o resto de sua infância e adolescência com seus avós. No filme , o rapper conta que o nome 50 Cent foi inspirado em "um garoto que fazia assaltos no Brooklyn".

Ele começou a escrever suas letras de rap bem cedo, mas só levou o trabalho a sério após o nascimento do seu filho. Assinando contrato com a Jam Master Jay e aprendendo a contar barras e estruturas das músicas, a música mais popular no mundo foi "In Da Club".

Jam Master Jay do Run-DMC encontrou um potencial no rapper e o contratou em sua gravadora, por um curto período. Sua primeira participação oficial foi na música do grupo Onyx, "React" em 1998. Jam Master Jay começou a ensinar 50cent como fazer uma gravação.

Depois de deixar Jam Master Jay, a dupla de produtores Trackmasters ficou sabendo de 50 Cent e o assinou na Columbia Records em 1999. Eles levaram 50 cent para Upstate NY onde eles trancaram-no no estúdio por 2 semanas e meia. Ele retornou com 36 músicas nesse curto período, o que resultou no "Power Of The Dollar", um não lançado oficialmente mixtape. Sua carreira decolou após o lançamento do bem-sucedido, porém polêmico single "How To Rob" em que ensina como roubar rappers famosos. Ofendidos pela gravação, Jay-Z, Big Pun, Sticky Fingaz e Ghostface Killah responderam ao single. Seu próximo single, "Ghetto Qur'an", o levou a uma briga com um dos chefes do tráfico conhecido como Kenneth "Supreme" McGriff, fundador de uma gangue conhecida como "Supreme Team". A música fala sobre os negócios do tráfico e expõe o nome de muitos no ramo.O álbum estreiante Power of the Dollar foi engavetado devido às controvérsias à volta do rapper, e também o levou a diversos tiroteios e disputas com vários rappers afiliados com McGriff.

Em Abril de 2000, três dias antes de filmar seu vídeo com o grupo Destiny's Child da música "Thug Luv", 50 Cent foi baleado 9 vezes. Uma no maxilar, uma em cada perna,uma no dedo mínimo que saiu pelo dedão,uma no mesmo braço que depois ele fez uma tatuagem por cima(para esconder a cicatriz), uma entre o peito e o tórax,uma no peito, uma o raspando em sua barriga e a outra no tornozelo. Isso ocorreu na frente da casa da sua avó em Queens, Nova Iorque. Seus ferimentos não eram de grande risco apesar do tiro que o acertou no maxilar acertou sua língua e deixou sua voz um pouco mais rouca , foi submetido a uma cirurgia e ficou poucos meses em recuperação enquanto a gravadora o largou do grupo. Após a recuperação, 50 Cent voltou a gravar, apesar de ter pouca renda ou ter como suportá-la, com seu novo amigo de negócios Sha Money XL. Os dois gravaram mais de trinta canções, exclusivamente para mixtapes com o propósito de criar uma reputação para 50. O valor de 50 Cent cresceu e no final de 2001 ele lançou um novo material independentemente temporariamente como LP, Guess Who's Back?. Começando a atrair o interesse, e suportado agora por seu grupo, G-Unit. Mas era diferente esta vez, melhor que criar canções novas como tiveram antes, 50 decidiu mostrar sua habilidade reformulando as batidas que já tinham sido usadas. Eles lançaram o vermelho, o branco e o azul bootleg, "50 Cent Is the Future", material revisado por Jay-Z e Mr. Pavons.

Um dos seus melhores amigos, Lloyd Banks, foi também alvejado, em 2001, por dois tiros, mas sobreviveu.

50 conseguiu a atenção de Eminem com tais mixtapes, que mostrou interesse em trabalhar com o rapper. Quando Eminem levou isso para a atenção de Dr. Dre, contribuiu com 50 Cent a assinar um contrato com a Interscope Records. 50 Cent também foi o primeiro a assinar em uma união de esforços entre Shady Records do Eminem e Aftermath Entertainment do Dr. Dre. Sobre a Interscope, 50 Cent ganhou grande fama. O rapper aparece na trilha sonora de 8 Mile, com o single "Wanksta", que foi pedida em várias estações de rádio pelo EUA. Também, após assinar com a Shady/Aftermath, seu grupo, a G-Unit, prosperou.

Em 2005, criou também um jogo de computador para Playstation e Xbox, com o nome de "Bulletproof", que inclui vários temas inéditos do MC, o artista chegou a admitir a hipótese de abandonar o rap para trabalhar nos bastidores da música. Já gravou músicas com artistas como Jennifer Lopez. Além disso, o rapper começou a construir sua carreira no cinema. Seu primeiro filme, "Get Rich or Die Tryin'(Fique Rico ou Morra Tentando)" (2005), usa de algumas das experiências reais pelas quais passou o cantor. Outros filmes em que ele atua são "Live Bet",que conta a história de clubes clandestinos em Manhattan que também realizam apostas em corridas de carros ilegais, "Home of the Brave", em que atua ao lado de Samuel. L. Jackson, Jessica Biel e Christina Ricci, "The Dance", com a participação de Nicolas Cage e "Righteous Kill", chamado de "As Duas Faces da Lei" no Brasil com estréia em 10 de outubro de 2008, em que ele contracena com Robert de Niro e Al pacino. Possui um filho, apelidado de "25 Cents".

Mesmo vivendo em meio à tantos rappers reais e consagrados, 50 Cent escreve músicas com uma letra vazia, considerado assim por muitos críticos do ramo, pois fala sobre assuntos que na visão de muitos rappers brasileiros não deveriam ser abordados no RAP da forma que ele aborda, como por exemplo, sobre prostitutas, dinheiro, carro e drogas. Ele fala sobre esses assuntos como se fossem primordiais na vida de um rapper, quando na verdade, o principal na vida de um rapper é mostrar a realidade sem censura e fazer uma revolução pacífica por meio da música, sem fazer apologia a esses assuntos muitas vezes abordados em suas músicas. 50 Cent tem fãns por todo o mundo , mas também há quem critique o gangster pelo seu passado. Atualmente, em maio de 2008, o rapper foi assaltado. Uma apresentação de 50 Cent em Luanda, Angola, teve de ser interrompida abruptamente. O rapper americano foi assaltado em pleno palco, no meio do show, um espectador apareceu do nada em sua frente e arrancou o colar de seu pescoço. Ele ainda tentou agarrar o ladrão, perseguindo-o pelo meio do público, mas não conseguiu e acabou abandonando o palco. Os outros membros do grupo G-Unit fizeram o mesmo, e a apresentação foi encerrada. Sete mil pessoas que estavam presentes no evento, intitulado Festival Internacional da Paz, testemunharam o ocorrido.

Atualmente, ele tem como grande rival o rapper Ja Rule. Os dois até já se agrediram verbalmente e fisicamente algumas vezes. Em dezembro, o rapper irá lançar seu quarto álbum solo intitulado Before I Self Destruct.